terça-feira, agosto 12, 2008

Os Contos que o Corpo Conta na Q.E.



Hoje foi uma manhã mágica, deram por isso?! Nós, que estávamos na Quinta Essência, sem dúvida que nos apercebemos e aproveitámos ao máximo (afinal não é todos os dias que se tropeça num grupo de pessoas com tão grande capacidade de sonhar!).













A manhã começou com o conto da Águia que não queria voar e, sob o mote da necessidade de "abrir as asas do coração" voámos sem medos e, ao som do Ennio Morricone (banda sonora de A lenda de 1900), contámos uma história sem palavras.














Depois, aproveitámos a magia que ali se viveu e voámos, voámos para fora dos nossos corpos, pela brisa do mar, nas ondas, no fundo dos oceanos, numa floresta e, por fim voltámos à Q.E. e à companhia de todos os que conosco acreditaram na fantasia e a acolheram no fundo do seu coração.














Foi, de facto uma manhã mágica (já tinha referido isso?). A nós, que apenas fomos o fio condutor de tal capacidade de aceitar e partilhar o sonho e a sua força, resta-nos agradecer a todos, deixando no ar grande e profundo abraço da LUA NOVA na esperança de um dia, nas esquinas da vida, nos voltarmos a encontrar!

Até sempre!

2 comentários:

Anónimo disse...

Mais uma vez a LUA NOVA está mesmo de parabens. Que bonito!...Eles merecem e muito mais, tantas vezes ficam esquecidos... Foi com muito gosto que vi estas imagens. Um beijo com muito carinho.

aurea disse...

Que bom!.. A Lua Nova chega a todos. Bonito, bonito. Eles merecem isso e muito mais ....Lindo. Prabens a todos quantos trabalharam para essas pessoas, iguais a nós, apenas com várias limitações. Adorei...